top of page

O perigo da ideologia na Mobilidade Elétrica

Fala galera, beleza? Gostaria de trazer um assunto polêmico para texto dessa semana: O perigo da ideologia da Mobilidade Elétrica. Mas para não ser mal interpretado, gostaria de contextualizar o motivo que me trouxe a escrever sobre o assunto.


Imagem gerada por IA sobre a ideologia da Mobilidade Elétrica
Ideologia da Mobilidade Elétrica

Acredito que a maioria das pessoas que acompanhem meus texto, também acompanhem minhas publicações no YouTube e no Instagram. E é exatamente no Instagram que podemos observar o maior número de comentários avesso à Mobilidade elétrica. Talvez pela forma que a plataforma de distribui o conteúdo, chegando à pessoas que não necessariamente se interessem pelo assunto.


Por conta disso, é muito comum observar comentários de pessoas com pouca informação ou que recebam informações de fontes pouco qualificadas que associam a Mobilidade Elétrica a pautas progressistas. Entretanto, como não considero a mobilidade elétrica uma ideologia, me sinto na obrigação evitar qualquer componente político-partidário das minhas publicações e discussão. Posso até trazer a questão da política pública, mas sem fazer uma argumentação de acordo com a bandeira do político A ou B.


Para deixar mais clara a minha mensagem, quero trazer a diferença entre ideal e ideologia.


De acordo com o CHAT GPT 3.5


1. Ideal:

Um ideal refere-se a um padrão ou conceito de perfeição, excelência ou desejo. É uma representação mental do que é considerado perfeito, desejável ou aspiracional em determinado contexto. Ideais podem variar de acordo com as crenças, valores e perspectivas individuais ou culturais. Eles frequentemente representam metas ou padrões aos quais as pessoas aspiram alcançar.


2. Ideologia:

Ideologia é um sistema de crenças, valores, ideias e princípios que moldam a maneira como uma pessoa ou grupo percebe e interpreta o mundo. É uma estrutura de pensamento que influencia as atitudes, comportamentos e visões de mundo de uma pessoa ou de uma sociedade. A ideologia pode abranger diversas áreas, como política, religião, economia, cultura, entre outras. Ela pode ser expressa por meio de ideias, teorias, doutrinas ou sistemas de pensamento que orientam as ações e escolhas individuais e coletivas.


Em resumo, enquanto "ideal" se refere a um conceito de perfeição ou desejo, "ideologia" se refere a um sistema de crenças e valores que moldam a visão de mundo de uma pessoa ou grupo. Os ideais podem ser parte de uma ideologia, mas uma ideologia é um sistema mais abrangente e estruturado de pensamento.


Entendo a reação de repulsa de muitas pessoas pela Mobilidade Elétrica quando as principais matérias divulgadas pela mídia internacional trazem manifestantes de movimentos como "Just Stop Oil". Movimentos ideologistas como esse apresentam muitos problemas e poucas soluções palpáveis para promover transição da matriz energética onde o mundo "apenas pare" de consumir derivados de petróleo.


É difícil considerar uma discussão racional com pessoas que não aceitam uma transição constante e sustentável. Inclusive, já pensaram que não interromper o consumo de combustíveis fosseis pode ser sustentável? O conceito de sustentabilidade, neste caso, refere-se a algo que pode ser aplicável, de forma economicamente e operacionalmente sustentável.


Toda a transição precisa ser projetada e escalonada, considerando os efeitos em curto, médio e longo prazo, trazendo condições e adequações que permitam mitigar os impactos durante o processo. Muitos criticam a decisão da União Europeia de banir a venda de novos veículos à combustível fóssil, mas não observam que trata-se de uma mudança avaliada, planejada, publicada e em implementação gradual.


Diferente do que muitas pessoas afirmam, a União Europeia não chegou nessa decisão por modismo ou ideologia, identificou-se uma necessidade de mudança. Claro que a necessidade é apenas a primeira etapa da transformação, ainda era necessário encontrar a resposta, desenvolver solução e implantar a transformação.


A União Europeia já discute a redução de emissões de CO2 há, pelo menos, 15 anos e divulgou a proibição da comercialização de novos veículos à combustível fóssil em 2022. Mas não será um proibição imediata, ela entrará em vigor apenas em 2035 (13 anos para transição). No total, serão mais de 25 anos entre o início das discussões e a implantação.


O Brasil sofre com os mesmos problemas que a União Europeia em relação a emissões de gases e dependência do combustível fóssil, não na mesma intensidade, mas sofre. A nossa vantagem é que temos uma condição muito mais favorável para implantar a solução. Devido às nossas condições geográficas, a variedade fontes de energia renovável e a experiência de outros mercados, o Brasil tem tudo para passar por essa transição de forma suave.


É muito mais provável que a transição para a Mobilidade Elétrica aconteça no Brasil por fazer sentido do que por imposições ou algum senso de urgência. Não precisamos pregar a ideologia do carro elétrico, basta abrirmos as oportunidades de discussão.


Quando converso com qualquer pessoa sobre a Mobilidade Elétrica, busco trazer as principais vantagens junto com os pontos a serem trabalhados e a abordagem ideal em cada operação. Mas quando o ideal é inalcançável, fazemos o melhor possível. Proibir o uso do combustível fóssil de uma hora para outra está longe de algo que pode ser considerado o ideal.


Por isso que digo que não precisamos vender uma ideologia ou mesmo o idealismo sobre a Mobilidade Elétrica, basta trazermos o realismo sem aquele ímpeto de condenar quem ainda não entendem, quem não desejam participar da transição ou mesmo não possui condições para tal. Afinal, nem tudo que é bom para mim será o melhor para o próximo e vice-versa.


A única coisa que peço para a galera do "contra" é que permita a Mobilidade Elétrica se desenvolva, até vocês serão beneficiados. Senão acreditam nos benefícios, pelos entendam uma coisa: prejudicados que não serão. Eliminemos as paixões e torcidas para forcarmos nas soluções.


Até mais.

105 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page